CSR E CÓDIGO DE CONDUTA

A honestidade, nossa base de trabalho.

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA E CÓDIGO DE CONDUTA

Na Marina Textil acreditamos ter a responsabilidade de ajudar nossa sociedade colaborando com a melhoria de suas condições profissionais e pessoais. Este foco é expressado nas principais missões da Marina Textil:

  • Crescimento profissional, econômico e pessoal de todos os membros da Marina Textil, com o dever de prestar um serviço à sociedade e o compromisso de querer melhorar.
  • Contribuir com uma parte de nossos benefícios para ajudar as pessoas mais necessitadas.
  • Garantir a continuidade da empresa.

Acreditamos que as habilidades e atributos de nossos trabalhadores são nosso maior capital. É por esse motivo que apoiamos a formação contínua e proporcionamos ferramentas à equipe para completar o seu trabalho com precisão, em um ambiente de saúde e segurança apropriados.

As instalações da Marina Textil estão em linha com o respeito às pessoas e ao meio ambiente, e as zonas de produção trabalham seguindo os princípios para um comércio ético e para servir ao cliente com a maior honestidade.

Política de Responsabilidade Social

  • Marina Textil segue todas as leis e regras da União Europeia.
  • O ambiente de trabalho é auditado para uma melhor Prevenção de Riscos Laborais e realizam-se cursos de formação a respeito.
  • Protegemos o meio ambiente através de práticas de trabalho mais limpas e seguras, proporcionando as ferramentas de proteção pessoal (EPI’s) mais adequadas para cada caso.
  • Não contratamos crianças em nossos locais de trabalho.
  • Apoiamos as práticas de negócio sustentável e com respeito ao meio ambiente.
  • Marina Textil não aplica nenhum tipo de prática discriminatória no que se refere à contratação, remuneração, promoção ou ao término de um contrato de trabalho baseado em raça, casta, etnia, origem social, estado civil, orientação sexual, necessidade especial, religião, nacionalidade, idade, sexo e/ou afiliação sindical ou política.
  • A UE reconhece a importância da comunicação aberta e a relação direta entre os trabalhadores e a direção e fornecedores, que devem respeitar os direitos dos trabalhadores a se associarem livremente e a se comunicarem abertamente com a administração em relação às condições de trabalho, sem temor a sofrerem persecução, intimidação ou interferência.