EN ISO 14116

EN 14116 protection fabric

ROUPA DE PROTEÇÃO CONTRA O CALOR E AS CHAMAS

EN ISO 14116 – This standard specifies a test method for the materials allotted for use in the manufacture of protective clothing (or gloves) with electrostatic dissipation to prevent incendiary discharges.

REQUISITOS PARA A CERTIFICAÇÃO DA NORMA EN ISO 14116

MÉTODO DE TESTE

DESCRIÇÃO

VALORES DE MÍNIMO CUMPRIMENTO

ISO 15025

Procedimento A: Ignição superficial, coloca-se o isqueiro perpendicular à superfície do tecido. Aplica-se a chama durante 10 s e observa-se e registra-se a seguinte informação:

  1. Se a chama alcança a borda superior ou qualquer borda da amostra.
  2. Tempo de pós-combustão.
  3. Tempo de pós-incandescência.
  4. Se a pós-incandescência espalhou-se além da área inflamada.
  5. Desprendimento de resíduos.
  6. Se os resíduos inflamam o papel de filtro.
  7. Se forma-se um buraco e em que camada.

Requisitos para um índice de propagação limitada da chama 1: Quando for realizado um teste de acordo com a norma ISO 15025, procedimento A, os materiais deverão cumprir os seguintes requisitos:

  1. Não será permitido que a parte inferior da chama ou buraco alcance a borda superior ou vertical de qualquer amostra.
  2. Não devem se soltar restos inflamados de nenhuma amostra.
  3. Não se devem espalhar as brasas da parte carbonizada para as zonas não afetadas após as chamas cessarem.

Requisitos para um índice de propagação limitada da chama 2: Quando for realizado um teste de acordo com a norma ISO 15025, procedimento A, os materiais deverão cumprir os seguintes requisitos:

  1. Não será permitido que a parte inferior da chama ou buraco alcance a borda superior ou vertical de qualquer amostra.
  2. Não devem se soltar restos inflamados de nenhuma amostra.
  3. Não se devem espalhar as brasas da parte carbonizada para as zonas não afetadas após as chamas cessarem.
  4. Nenhuma amostra apresentará formação de buracos.

Requisitos para um índice de propagação limitada da chama 3: Quando for realizado um teste de acordo com a norma ISO 15025, procedimento A, os materiais deverão cumprir os seguintes requisitos:

  1. Não será permitido que a parte inferior da chama ou buraco alcance a borda superior ou vertical de qualquer amostra.
  2. Não devem se soltar restos inflamados de nenhuma amostra.
  3. Não se devem espalhar as brasas da parte carbonizada para as zonas não afetadas após as chamas cessarem.
  4. Nenhuma amostra apresentará formação de buracos.
  5. O tempo de pós-combustão de cada amostra individual não será superior a 2 segundos.

ISO 13934-1

Para cada material serão testadas 5 amostras no sentido do urdume e 5 amostras no sentido da trama.
Teste: fixa-se a proveta nas garras. Coloca-se o dinamômetro em movimento com uma velocidade constante de 100 mm/min., colocando em movimento uma das garras (pinça móvel) e continua-se até que a proveta se rompa.

Resistência à tração: a resistência à tração do material externo ou do conjunto de roupas deve ser, no mínimo, de 150 N em ambas as direções (urdume e trama).

ISO 13937-2

Para cada material serão testadas 5 amostras no sentido do urdume e 5 amostras no sentido da trama.

Teste: Fixa-se a proveta nas garras, com uma braçadeira em cada uma delas. A parte não cortada da proveta fica livre. Coloca-se em funcionamento o dinamômetro com uma velocidade constante de 100 mm/min., colocando em movimento uma das garras (pinça móvel) e continua-se o rasgo até chegar ao ponto marcado a 2,5 cm da borda da proveta.

Cálculo do rasgo: De cada uma das provetas testadas, será dividido o gráfico resultante em 4 partes iguais. A primeira parte será descartada e, das 3 restantes, serão colhidos os 2 picos mais altos e os 2 picos mais baixos. Com os 12 valores obtidos de cada proveta, será realizada uma média.

Resistência ao rasgo: A resistência ao rasgo do material externo ou do conjunto de roupas deve ser de, pelo menos, 7,5 N em ambas as direções.

Setores nos quais se aplica a norma EN ISO 14116

SIDERURGIA

FONDERIE D’ALUMINIUM

FUNDIÇÃO DE ZINCO

FUNDIÇÃO DE VIDRO

FÁBRICAS DE CIMENTO

CATENÁRIAS

LAVANDERIAS INDUSTRIAIS

CONSTRUÇÃO NAVAL

AUTOMAÇÃO

BOMBEIROS

INDÚSTRIA QUÍMICA

Alguns dos tecidos da Marina Textil que cumprem a norma EN ISO 14116