EN ISO 15025

ISO 12127 protection fabric

COMPORTAMENTO DOS TECIDOS DIANTE DA CHAMA

O método de teste EN ISO 15025 analisa a propagação limitada da chama nos tecidos.

REQUISITOS PARA O MÉTODO DE TESTE EN ISO 15025

MÉTODO DE TESTE

DESCRIÇÃO

VALORES DE MÍNIMO CUMPRIMENTO

EN ISO 15025

Procedimento A:
Ignição superficial → coloca-se o isqueiro perpendicular à superfície do tecido. Aplica-se a chama durante 10 s e observa-se e registra-se a seguinte informação:

a) se a chama alcança a borda superior ou qualquer borda da amostra
b) tempo de pós-combustão
c) tempo de pós-incandescência
d) se a pós-incandescência se estende além da área inflamada
e) desprendimento de resíduos
f) se os resíduos inflamam o papel de filtro
g) se é formado um buraco e em qual camada

Procedimento B:
Ignição na borda → o isqueiro será colocado formando um ângulo de 30º com a vertical. A distância entre a borda do isqueiro e a borda inferior do tecido deve ser de 20 mm ± 2 mm. Aplica-se a chama durante 10 s e observa-se e registra-se a informação anterior, excetuando a seção g).

Setores nos quais se aplica o método de teste EN ISO 15025

SIDERURGIA

SIDERURGIA

FONDERIE D’ALUMINIUM

FUNDIÇÃO DE ZINCO

FUNDIÇÃO DE VIDRO

FÁBRICAS DE CIMENTO

COMPANHIAS ELÉTRICAS

INDÚSTRIA DE GÁS

INDÚSTRIA QUÍMICA

UTILITIES E SUBEMPREITEIROS

ENERGIAS RENOVÁVEIS

BOMBEIROS

BOMBEIROS FLORESTAIS

POLÍCIA E EXÉRCITO

SOLDAGEM

CONSTRUÇÃO NAVAL

CATENÁRIAS

LAVANDERIAS INDUSTRIAIS

PLATAFORMAS PETROLÍFERAS

AUTOMAÇÃO

Alguns dos tecidos da Marina Textil que cumprem o método de teste EN ISO 15025