TECIDOS DE PROTEÇÃO PARA PLATAFORMAS PETROLÍFERAS

As petrolíferas requerem tecidos multiproteção, que se adaptem às condições climáticas de cada época do ano.

Os operários das plataformas petrolíferas realizam múltiplas tarefas, portanto seus equipamentos de proteção individual (EPI’s) devem ser confeccionados com tecidos multiproteção, com o objetivo de cobrir as suas necessidades de proteção em cada tipo de trabalho, temperatura e época do ano.

Na totalidade das áreas de trabalhos do setor petroquímico, encontramos as denominadas zonas Atex (zonas ou atmosferas altamente explosivas) onde também existe a possibilidade de que se produza um arco elétrico, e nas quais se exige a utilização de tecidos ignífugos e antiestáticos, ou simplesmente antiestáticos, com propriedades de impermeabilidade à água, com tratamentos de fluorocarbono, ou com proteção à soldagem.

Também existem zonas monocromáticas e zonas em que existe tráfego rodoviário, que obrigam os operários a utilizarem tecidos de alta visibilidade e faixas refletivas.

Estes são os tecidos ignífugos que a Marina Textil desenvolveu para as plataformas petrolíferas. Clique sobre qualquer um deles para conhecer as suas especificações.

NORMATIVAS QUE DEVEM CUMPRIR OS TECIDOS DE PROTEÇÃO PARA PLATAFORMAS PETROLÍFERAS