TECIDOS DE PROTEÇÃO PARA SOLDAGEM

Para soldar com segurança é importante o uso de tecidos que resistam ao impacto de partículas, respingos, que isolem do calor radiante e convectivo, etc.

A diversidade quanto a tipos de solda ou esmeril faz com que o estudo de cada uma das unidades onde se efetua este tipo de operações seja obrigatório. Pequenos respingos, impactos de partículas em alta velocidade, radiação ultravioleta, calor radiante, calor convectivo, inflamabilidade e, em alguns casos, risco de arco elétrico.

A esta diversidade de riscos, somam-se também os diferentes tipos de materiais com os quais se realizam as uniões de soldagem, eletrodos diversos, cobre, etc.

Estes são os tecidos ignífugos que a Marina Textil desenvolveu para soldagem. Clique sobre qualquer um deles para conhecer as suas especificações.

NORMATIVAS QUE DEVEM CUMPRIR OS TECIDOS DE PROTEÇÃO PARA SOLDAGEM